Guiana
Geografia

Guiana


GUIANA - País da América do Sul, banhado pelo Atlântico, limitado a leste pelo Suriname, ao sul e sudoeste pelo Brasil e a oeste pela Venezuela. Seu nome vem da palavra tupi wayana, que significa "terra das águas". Isto por conta de seu território ficar entre o Amazonas e o Orinoco, além também possuir vários rios em seu interior. Há também uma versão que diz ser o nome originado dos índios guaianos, guianás ou guaianases, que vivem às margens do Rio Orinoco.

Localização: América do Sul
Capital: Georgetown
Idioma:  Inglês
População:  803.677 habitantes
Extensão Territorial:  214.970 Km²

Bandeira da Guiana
Mapa da Guiana
Antes de ser avistada por em 1498 por Cristóvão Colombo, em sua terceira viagem ao continente americano, quando aportou na foz do Orinoco (chamado pelos nativos de Orinocu, Jupari e Baraguan). No ano seguinte, por ali esteve o navegador espanhol Alonso de Ojeda, com Américo Vespúcio a bordo. Ojeda descobriu, inclusive, a foz do Rio Essequibo, (que ele chamou de 'Dulce', mas este nome não prevaleceu), em terras onde hoje está a Guiana. Em janeiro de 1500, Vincente Pinzón por ali também esteve, costeando o litoral norte da América do Sul, chegando inclusive ao Brasil, na altura do Ceará (embora haja quem diga ter ele atingido o Cabo de Santo Agostinho, em Pernambuco, mas é pouco provável).

Outros navegadores estiveram pela região, incluindo Francisco de Orellana, que procurava por El Dorado, lugar e personagem mitológico que presumivelmente teria existido naquela região. Como o lugar pareceu ser inóspito, sem riquezas naturais que pudessem ser exploradas, em que pese a lenda de El Dorado, o lugar foi deixado de lado pela Espanha e ficou sendo conhecido como 'costa selvagem'. Houve até uma tentativa, em 1531, com a concessão de exploração do lugar sendo concedida a Diego Hernández de Serpa, que governaria e exploraria a região que tinha sido batizada como Nova Andaluzia. Entretanto, nada foi feito neste sentido.

Ainda no Século XVI, holandeses estiveram ali e iniciaram uma colonização no trecho entre o Essequibo e o Demerara. No século seguinte, navegantes ingleses chegaram à região, com o objetivo de explorá-la. Em 1604, Charles Leigh tomou posse, em nome do rei, da margem esquerda do baixo Oiapoque, estabelecendo ali uma colônia com 76 homens. Em 1627, o almirante holandês Lucifer encontrou a área abandonada, passando a explorá-la, deixnado ali Jan van Ryen. Era parte da estratégia da Companhia das Índias Ocidentais holandesa (havia uma inglesa), que visava levar guerra às colônias espanholas, explorar o comércio de madeira, corantes, se possível ocupar terras estabelecendo agricultura escrava negra, cultivando algodão, cana-de-aúcar e tabaco.

Porém, em 1814, a Holanda cedeu a regiãoem torno da foz do rio Essequibo aos ingleses, que a batizaram oficialmente de Guiana Inglesa em 1831. Procedendo como de hábito, quando não encontravam mão-de-obra indígena local, os ingleses importaram escravos d'África para as lavouras da colônia. Em 1837, com a abolição da escravidão, ingleses trouxeram trabalhadores indianos, chineses e javaneses para substituírem os negros nas plantações do interior. Esses traslados de consideráveis contingentes humanos são responsáveis pela pouca homogeneidade da população do país. 

A partir da segunda metade do século XX, começou a haver na colônia aspirações de independência. Em 1950, Cheddi Jagan fundou o Partido Progressista Popular, grupo político formado principalmente, pela população de origem mestiça, apresentando um programa calcado em reformas sociais de base, além de ser partidário da independência. O Congresso Nacional Popular, partido dos negros, comandado por Forbes Burnham e menos incisivo em suas aspirações, conseguiu o apoio da população branca, formada principalmente por descendentes de ex-imigrantes contratados, vindos da Ilha da Madeira no século XIX. Jagan ganhou as eleições de 1961, mas vários distúrbios de caráter racial retardaram a Independência. Jagan venceu as novas eleições em 1964. Pouco depois, o governador inglês nomeou Burnham como primeiro-ministro. Em 1966 o país alcançou sua Independência mantendo-se como membro da Commonwealth. 

Fonte: IBGE



loading...


- África Do Sul
ÁFRICA DO SUL - País localizado no extremo sul do continente africano. Somente a partir de 1961 ele recebeu definitivamente este nome, a partir da criação da República da África do Sul. Até 1910, seu território não formava uma unidade política....

- Zimbábue
O ZIMBÁBUE (ou ZIMBABWE) - é um país da África Austral, limitado a norte pela Zâmbia, a norte e a leste por Moçambique, a sul pela África do Sul e a sul e oeste pelo Botswana. O seu topônimo se origina da antiga cidade de Zimbábue, construída...

- Colômbia
COLÔMBIA - País da América do Sul, limitado pela Venezuela, Brasil, Peru, Equador e Panamá. Tem litoral no Pacífico e no Atlântico. Seu nome foi dado em homenagem a Cristóvão Colombo, descobridor do continente americano. Localização: América...

- Venezuela
VENEZUELA - País sul-americano banhado ao norte pelo mar do Caribe e pelo oceano Atlântico; limitado a leste pela Guiana; ao sul pelo Brasil e a sudeste e sudoeste pela Colômbia. O nome do país foi dado por espanhóis, que encontraram, a noroeste,...

- As "guianas"
As Guianas abrangem dois países ao norte da América do Sul, banhados pelo oceano Atlântico: Republica Cooperativa da Guiana e o Suriname, além da Guiana Francesa, uma possessão francesa em terras americanas. Localizam-se...



Geografia








.